UPB se reúne para discutir reforma da Previdência para policiais

UPB se reúne para discutir reforma da Previdência para policiais

A União dos Policiais do Brasil (UPB), composta por mais de 20 entidades da área de segurança pública, se reuniu nesta 5ª feira (21/3), na sede da  Associação Nacional dos Peritos Federais Nacionais (APCF), em Brasília.

Durante o encontro, a UPB traçou estratégias de luta em relação à proposta de reforma da Previdência, que desconsidera as particularidades e peculiaridades dos profissionais do setor. A organização prepara ações estratégicas para combater os prejuízos causados aos direitos e garantias de todos os policiais brasileiros.

"Trabalhamos para esclarecer a sociedade, o governo e os parlamentares sobre a necessidade de reconhecimento da atividade de risco que estes profissionais desempenham, e que exige uma série de garantias que estão sendo suprimidas com a proposta", destaca Marcos Camargo, presidente da APCF - uma das entidades que compõem a UPB.

O grupo entende que, da forma como está escrito, o projeto do governo coloca todos os profissionais de segurança pública do país em uma situação de incerteza e insegurança para desempenhar suas funções.