Reforma da Previdência: Emendas da UPB têm mais de 80 assinaturas

Reforma da Previdência: Emendas da UPB têm mais de 80 assinaturas

Mais um parlamentar assinou as emendas da União dos Policiais do Brasil (UPB) para a reforma da Previdência. Em reunião com integrantes da entidade nesta 4ª  feira (8/5), a deputada Vanda Milani (SD-AC) se comprometeu a defender o pleito dos profissionais de segurança pública. A lista de congressistas que expressaram apoio às reivindicações da categoria já possui mais de 80 nomes.

"A coleta de assinaturas já começou. Agora temos um trabalho árduo pela frente, pois a Comissão Especial que analisa o texto está trabalhando mais efetivamente. Do jeito que está não dá. A segurança pública corre risco com essa proposta", afirma o presidente da Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais (APCF).

Nas emendas, a UPB cobra, entre outros pontos, a manutenção da atividade de risco policial na Constituição Federal, integralidade e paridade para todos os policiais, regras de transição justas, diferenciação entre homens e mulheres na idade e tempo de contribuição e pensão integral por morte em serviço ou em razão do serviço.

“Os policiais brasileiros estão sendo tratados pelo governo como privilegiados. E não é assim. Não há privilégios e, sim, garantias para exercer nossas funções com segurança”, destaca Camargo.